Confirmado: EIB pára Vladimir Antonov na Saab

Confirmação do BEI. O banco de Luxemburgo definitivamente não aprova Antonov como acionista da Saab. A decisão do BEI já foi tomada pela 2009. Só agora o banco confirma essa decisão para a agência de notícias TT

O fim de toda especulação. Eu me abster de qualquer comentário.

Texto: tom@saabblog.net

pensamentos 5 sobre "Confirmado: EIB pára Vladimir Antonov na Saab"

  • Este é um excelente exemplo do fato de que nos movemos com toda a especulação muito além do conhecimento real e, portanto, quase tudo é apenas Kaffeesatzleserei.
    Vamos começar com probabilidades baseadas em fatos:
    Acredita porque alguém seriamente que os chineses sink'zig milhões da Saab no passado mais curto e não trará solução em conjunto com VM e VA para garantir o seu investimento?
    Os chineses certamente não são estúpidos e, portanto, estou firmemente convencido de que o trio nomeado substituirá o banco de desastres, o BEI, e isso muito rapidamente.
    Só uma coisa é certa: os políticos são políticos porque não entendem nada do resto - uma vergonha fora do comum.

    O trio embala isso, tenho certeza.

  • em branco

    A questão que me coloca é por que a GM não se sente culpada por fornecer os fundos necessários para a Saab. Afinal, os americanos usaram a tecnologia da Suécia por anos em condições extremamente favoráveis ​​e ainda estão fazendo isso hoje! Seria uma pequena recompensa pagar à 500 milhões de euros para a Saab, considerando que apenas no IPO em outubro passado foram tomadas 22 BILLIONS USD.

  • em branco

    Se o BEI já foi rejeitado 2009 Antonov e este mesmo então comunicadas ao Governo sueco, então temos um escândalo: o nosso amigo Maud Olofsson (aquele com as turbinas de vento) sempre disse que o governo não teria nenhum problema com Antonov se GM e o BEI segue em frente.

    O que a oposição sueca está fazendo?

  • em branco

    É claro que Antonov é o homem por trás de Muller. Ele financia Muller. Mas isso não é suficiente para ele. 🙁

Os comentários estão fechados.