SAAB News: Saab vale 3,6 bilhões de coroas

Atualização 10: 51

O tribunal distrital responsável pela Saab Automobile está no município vizinho de Vänersborg. Foram entregues hoje para 9.30 duas caixas grandes. O conteúdo é a listagem do passivo da Saab e do valor da empresa. O valor da Saab Automobile AB e de suas subsidiárias Saab Tools AB e Saab Powertrain é estimado em 3.6 bilhões.

As responsabilidades são muitas vezes maiores, em 13 bilhões de coroas. A menos que a Suécia seja o país de transparência, onde é possível conhecer a renda e a responsabilidade tributária de seu vizinho na Internet, há também um resumo da situação na Web. Os administradores da Saab da Wistrand fizeram uma listagem online.

As obrigações do antigo proprietário da GM totalizam 2.2 bilhões de coroas. Os americanos têm prioridade sobre todos os outros credores, pois as reivindicações são baseadas em ações preferenciais. Se isso fosse realmente assim, então a GM estaria bem fora de questão. Uma montanha de ações preferenciais sem direito a voto, que seriam inviáveis ​​a longo prazo, traria um bom lucro.

O goodwill não real incluído é Saab Parts AB, que também não é afetado pela falência. O Saab Parts AB em Nyköping está sob custódia do estado, mas deve ser vendido em um pacote completo com o resto do grupo. Insiders informam que o Parts AB deve trazer pelo menos mais uma vez 2.5 para 3 bilhões de coroas. O que também está acima do valor contábil estabelecido, que está definido muito baixo. Assim, o estado sueco teria saído bem da sua garantia para o empréstimo do BEI e toda a empresa valeria cerca de 6 bilhões de coroas.

Ainda um preço de pechincha para a marca sueca tradicional. Os eventos em Vänersborg são o resultado de um passado turbulento com um dono irresponsável. Mas, como eu disse, passado, tão acabado.

Mais importantes são os mandamentos que devem ser feitos hoje obrigatórios. Uma era chega ao fim em Vänersborg. Em um escritório de advocacia em Estocolmo, poderia começar novo. Talvez você ouça mais no final do dia. Ficamos atentos.

Texto: tom@saabblog.net